5 de março de 2012

42

Por que colocar o bebê no seu próprio cantinho?????


Como prometido hoje  falar dos motivos que me fazem deixar meu bebê tão pequeno e indefeso  dormir nos seu quarto sozinho! ( ai como eu sou má! rsrsrs)

Não , não é maldade!rs 
Ainda na gravidez, marido eu conversamos muito sobre como lidaríamos com um bebê recem nascido em casa, lemos algumas coisas, conversamos com pais experientes, presenciamos situações com estes mesmos pais e decidimos certas metas para o nosso lar.
Uma dessas metas era DEIXAR O BEBÊ DORMIR NO SEU PRÓPRIO CANTINHO!!
Temos conhecidos pais que permitiram que seus bebês dormissem com eles no quarto do casal e até mesmo em sua própria cama com o argumento de que seria só no início e que depois o acostumariam em seus quartos. Esses mesmos pais depois de 1 ano não conseguiram deixar seus filhos dormirem sozinhos!
Os motivos que levam os pais a compartilharem seus quartos e suas camas com o bebês são vários, os mais comuns são:

  • "Ele acorda muito vezes durante a noite e é mais confortável para mim e pro bebê ele estar por perto para mamar"
  • "O quarto do bebê é muito longe do meu, tenho medo de não ouvir seu choro".
  • "Tenho medo do bebê engasgar e eu não estar por perto para socorrê-lo."
  • "Ele ainda é tão pequeno, acho uma crueldade deixá-lo sofrendo sozinho, quando ele ficar maiorzinho eu acostumo ele no seu quarto".
Todos esses argumentos são coerentes tendo em vistas os medos e anseios de pais de primeira viagem. Mas acredito que a maior parte deles decorre da insegurança dos pais, mas precisamente da mãe, que depois de carregar durante 9 meses aquele serzinho dentro de si, sente resistência em se "desprender" dele, o que é super natural!
Decidimos vencer estes medos ( que também sentimos por aqui!) e sermos firmes em nossa decisão, mesmo que fosse difícil. Mas foi ?? Pensei que seria, mas tranquilamente, depois de 1 dia dormindo no carrinho ao nosso lado, o colocamos no berço ele dormiu tranquilamente durante horas (leia-se 3 ou 4..rs). 

Acreditamos que seria melhor acostumá-lo desde muito pequeno a dormir sozinho, para que não virasse um hábito dormir conosco e depois não fosse um drama para tentá-lo ir para seu quarto. É melhor prevenir do que remediar!

Meu pequeno ama seu bercinho!!!


Dormir com os pais pode fazer com que a criança cresça insegura, se sinta incapaz de dormir sozinha, sempre dependente da ajuda dos pais.
Dormir em seu próprio quarto pode favorecer o desenvolvimento da delimitação de espaço, a compreenção de que cada membro da família tem seu cantinho que deve ser respeitado, entender também que o papai e mamãe são um casal e por isso dormem na mesma cama e ele é o filho que tem seu próprio cantinho , com isso não há inversões de papéis dentro do lar. Cada um tem seu lugar e seu papel., pai-mãe- filho.
Dormir em seu quarto contribui para o estabelecimento de uma rotina para dormir, pois os adultos tem horários diferentes das crianças para ir para cama. Se o filho dorme com os pais vai se acostumar a dormir no horário que os pais dormem, o que poderá não ser saudável se os terem o costume de dormir tarde por exemplo.
Um bebê entre o pais na mesma cama pode trazer conseqüências negativas pra vida do casal que perde seu espaço de privacidade e comunhão a dois. Daí você pode estar pensando " mas o quarto não é o único lugar que o casal pode ter privacidade, pode-se namorar em qualquer lugar! rs" Mas eu não estou falando do "ato" de namorar, me refiro a momentos a sós entre marido e mulher, para alguns casais que passam o dia inteiro fora o único momento que tem para se curtir de fato é a hora de dormir e a presença de uma criança no quarto pode prejudicar esses preciosos momentos. Este tipo de problema, pode não aparecer a curto prazo, mas com o passar dos anos outros problemas podem surgir em decorrência da ausência de momentos a dois. Outra coisa extremamente perigosa para o casal é o marido ser "substituído" pelo bebê, muitas mães "expulsam' o marido da cama, que passam a dormir no chão ou na sala enquanto o bebê reina em seu lugar. Assim como a presença do bebê entre o casal pode trazer consequências negativas, a substituição do homem pelo bebê na cama pode ser igualmente destrutivo para o relacionamento a dois. A principio pode não se perceber nada de errado, mas as impressões internas que esse ato acarreta ao homem pode perdurar por tempos.
A mulher, depois do parto tem que ser um tanto quanto sábia para não deixar de, ser acima de tudo, mulher, o que implica cuidar de si e de seu relacionamento. ( Mas isso é uma outra história).

Quero deixar claro que quando me falo em bebê em seu quarto estou me referindo á famílias que tem essa estrutura, às que não tem poderão acostumar o bebê a seu berço e preparar um "cantinho do bebê", que servira de igual valor ao quartinho.
Acredito que o problema maior está na cama compartilhada, esta , segundo o meu ver traz maiores consequências.
Sei que para algumas mães a situação é bem mais complicada do que foi para mim e que poucas estariam tranquilas sabendo que seus bebês estão sozinho no cômodo ao lado. Eu não sou tão radical a ponto de dizer que não há exceção à regra. Então deixo a dica para as mamães que tem muuuita dificuldade em deixar seus filhos sozinhos NO INÍCIO, que os coloquem para dormir no carrinho ou em bercinhos auxiliares ao lado da cama dos pais, o que é bem menos pior que dormir com ele na mesma cama. O que precisa estar claro para as mamães é que este deve ser um período curto e a transição deve ser feita assim que possível para que não se torne um hábito difícil de se desfazer.
Outra questão a abordar é sobre a SÍNDROME DE MORTE SÚBITA EM BEBÊS,  especialistas dizem que a cama compartilhada é um dos fatores de riscos para o bebÊ sofrer dessa síndrome. Daí vocês podem estar se perguntando " e se meu bebê engasgar e eu não tiver por perto, não vai dar tempo de ajudar", o mesmos especialistas alegam que o risco de um bebê morrer engasgado por vômito é menor do que o risco de  sofrer de morte súbita (a qual a cama compartilhada pode favorecer, como já disse).

QUERO QUE FIQUE BEM CLARO QUE O QUE ESCREVO AQUI SOBRE CAMA COMPARTILHADA NÃO É FUNDADA  APENAS EM MINHA OPINIÃO MATERNA, MAS MINHA FORMAÇÃO ( PEDAGOGA E PSICOPEDAGOGA) CONTRIBUÍRAM PARA A CONSTRUÇÃO DESSA OPINIÃO, NO ENTANTO HÁ OUTROS PROFISSIONAIS NA MESMA ÁREA QUE POSSUEM OPINIÕES DIFERENTES DA MINHA.


Este é um assunto polêmico e longe de ser unanimidade entre profissionais e mamães por aí. Mas , meu ponto de vista foi exposto pra quem quiser saber. SUGIRO QUE PESQUISEM E ANALISEM O QUE É MELHOR PARA O LAR DE VOCÊS DENTRO DO SEU CONTEXTO FAMILIAR. DE REPENTE O QUE FUNCIONA PRA MIM TALVEZ NÃO FUNCIONE PRA VOCÊ!

Pra ajudar na pesquisa ao assunto segue links de sites interessantes:


http://www1.folha.uol.com.br/folha/equilibrio/comportamento/ult561u107.shtml

http://www.universodobebe.com.br/site/sono.php

http://www.webfilhos.com.br/web-doutor/morte-subita-infantil

http://contosmamaepolvo.blogspot.com/2012/02/sobre-cama-compartilhada.html


Por hoje é isso povo blogueiro querido, espero que tenha ajudado algumas mamães que me pediram. 
Bjo e próximo post sobre o BANHO DO RECÉM NASCIDO, ALGO BEM MENOS DIFÍCIL  do QUE PENSAVA!! rsrsrsrs


42 comentários:

  1. Super apoio a sua decisão e quando for mãe tentarei o mesmo.
    beijocas

    ResponderExcluir
  2. A minha Júlia, hoje com 11 anos ainda chora para dormir no meu quarto. Por minha culpa, eu morria de pena dela dormir sozinha no quarto, passei a minha insegurança pra ela e agora sofremos pra ela perder o medo.
    Ela tem o quarto todo arrumadinho, quando chegar a noite ela tira o colchão e coloca no chão no meu quarto.
    E se eu não deixar, ela chora quase a noite inteira.
    Eu já levei pra psicologo, ele mandou eu tira ela de lá, como meu marida passa um mês fora viajando, ela vem dormir comigo e não quer voltar pra o quartinho dela. é bronca Aline... kkkk
    Acostume logo o Samuel pra ele não sofrer mas tarde!
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pOR iSSO QUE EU DIGO QUE É MELHOR PREVENIR DO QUE REMEDIAR! Rrsrs
      BJU QUERIDA!!!

      Excluir
  3. Adoro ler seus post's!!! Mães corajosas e sábias assim como você não é coisa fácil d se encontrar! Parece até que vc assim como eu passou a vida lendo os livros do Dr. Spock!!! rsrsrsrs....Parabéns Aline, vc vai criar um menino maravilhoso!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida!!!
      confeço que Dr Spock eu não li, mas o próprio Freud me atrai bastante!! Vou direto na fonte. rsrsrsrs
      bju

      Excluir
  4. eu tb penso assim e pra lidar melhor com o medo de não ouvir vamos usar uma dessas babás eletrônicas...

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela sua decisão. Com certeza é o melhor pra todos a médio e longo prazo.
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Que mamae mais informada ...estou contigo e tudo tem fundamento.. Experiencia propria rs
    bjkas

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do post...o meu Diego vai ficar comigo na caminha dele mas junto da minha cama poois aqui so existe 3 quartos ent ele tera que ficar no nosso...
    bjinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. compreendo amiga, mas ele vai ter o cantinho dele no seu quarto e isso que importa!!! bju

      Excluir
  8. Amei este post, tinha muitas dúvidas em relação a este assunto, minha Bia vai ficar no berço dela ao lado de minha cama nas primeiras semanas, depois, quero que ela durma no quartinho dela tbm, dificl decisão , mas é para o bem de todos!bjinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vejo problema nas primeiras semanas!!! Bju nessa pancinha!!!

      Excluir
  9. Pois eu acho que você está muito certa! Espero conseguir lidar com a situação assim quando tiver filhos! Crianças em seus próprios quartos, para os papais descansarem.
    Estou lendo um livro chamado "Como reinventar o casamento quando os filhos nascem" e recomendo ele pra você. Até onde li, achei muito legal!
    Tem aqui: http://www.mundocristao.com.br/produtosdet.asp?cod_produto=10752

    E aqui: http://shopping.uol.com.br/livro-como-reinventar-o-casamento-quando-os-filhos-nascem-gary-chapman_2379014.html#rmcl

    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Melhor coisa que você faz.. depois fica aquelas crianças que só dormem no quarto dos pais.. e isso acaba com o relacionamento entre pai e mãe!
    parabéns!

    ResponderExcluir
  11. flor adorei o post tbm como vc acho uó por o bebe pra dormir na cama(eu principalmente pk o marido tem o sono agitado) mas sempre achei que isso nao e saudavel pro bebe tanto na segurança quando por costume mesmo é mais dificil tirar esse costume do que tirar a chupeta...no entanto eu pensei em por a Yasmim pra dormir os primeiro dias no carrinho do lado da cama mas estou opensando muito nisso tambem pk acho que quanto mais cedo colocar no cantinho deles mais cedo eles acostumam neah, mas vamos ver pk falar e facil neah ....tenho medo da minha recupraçao principalmete se for cesarea de ficar toda hora levantando pra ir ver e dar mamar, mas achei sua atitude firme e valente parabens pela força bjussss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é verdade, falar é fácil, eu pensei que não teria coragem, mas o quartinho dele é tão pertinho que não vi problema nenhum, tomara que com vc seja o mesmo!!! bju

      Excluir
  12. aline eu tb montei o quartinho da Bia separado do meu, e vou fazer de tudo pra ela dormir sozinha desde novinha, muitas pessoas me dizem que o dinheiro investido no quarto foi a toa, que ela não vai ficar la sozinha, mas não custa nada tentar né rsrsrs. Espero que eu consiga kkkkk, pq muitas vezes as dificuldades está nos pais e não nos pequenos né..

    bjussss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai amiga, também ouvi muito isso quando tava grávida!!!! Mas quem falou tá pagando a língua! kkkkkk
      É verdade, a gente que se preocupa de mais e com razão, esses serzinhos tão pequenos e frágeis são totalmente dependentes de nós!!
      bju

      Excluir
  13. Polêmico mesmo!

    Eu durante a gestação li muito a respeito tbm e concordo,só que comigo não funcionou,eu coloquei meu filho no carrinho desde q chegou em casa,depois quando o verão chegou,coloquei em seu berço no seu quarto até os 9 meses,e o inverno chegou com todo rigor que faz aqui no sul,o bercinho não cabe no meu micro-querto,e o carrinho já não dava mais pra ele dormir..resultado contra minhas opiniões e principio eis q meu filho foi pro quarto e dorme até hj com quse 3 anos no meio da gente,pois meu quarto não tem como ficar encostado na parede a cama,e logo pra não cair da cama está em nosso meio,mas se o casal tem uma relação saudável,dificil ter algum abalo.

    Assim que meu filhote aprender a se tapar..ou a me chamar irá pra seu quarto sem nenhum problema,confio no meu taco e na segurança que passo pra ele..o inverno aqui é de doer,e não confio em estufas..

    Então é como vc disse,cada lar tem seu contexto..o q funciona pra umas não finciona pra outros..

    Beijos e que bercinho aconchegante do samuca..me deu até sono só de ver..rsrsr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No seu caso tinha um agravante, o frio! Vc agiu como achou mais conveniente!
      bju

      Excluir
  14. Concordo plenamente com você e não tenho nem muito o que comentar. Sei que colocar o bebe pra dormir no msm quarto, no inicio é mais comodo, mas o trabalho que vem depois é triplicado, entao... vamos evitar sofrimentos, ne?!rsrs
    Otimo post, amei.
    Beijos pra vcs

    ResponderExcluir
  15. O assunto é um pouco polemico sim, e é totalmente verdade que outros profissionais da área tem opinioes diferentes. Quando fiquei grávida tambem li muito sobre o assunto, afinal, era marinheira de primeira viagem e queria ser a melhor mae do mundo. Fiz um quartinho lindo, comprei babá eletronica, fiz tudo aquilo que me mandaram fazer. Meu filho nasceu um anjinho, muito bonzinho, nunca tive trabalho com ele. Mas conversei muito com seu pediatra sobre o assunto e ele sugeriu que o Theo durmisse conosco até os 6 meses, alias ele comentou que alem de mais seguro, isso dava pra criança mais tranquilidade e conforto. Aos 6 meses, a transição para o quartinho dele foi muito tranquila. Por isso, com meu segundo filho, farei a mesma coisa, 6 meses conosco e depois transição para o quartinho.
    Com certeza cada uma tem sua opiniao, respeito a sua embora eu discorde de deixar um recem nascido sozinho, mas considero errado tambem as maes que permitem que seus filhos durmam depois dos 6 meses na cama dos pais pois vira realmente um mau hábito, acho que 6 meses é o tempo suficiente pra criança adquirir segurança e comecar a aprender o que é ter uma rotina, Theo tem 3 anos agora, dorme super bem no seu quarto, alias, sempre durmiu, e tenho certeza absoluta que dei o melhor por ele, educando-o da forma certa e permitindo que ele ficasse conosco em seus primeiros meses de vida. Ele tem uma rotina tao certinha que se as vezes esquecemos algo e ele nos lembra, a gente até brinca que ele é metódico e tudo tem q ser igualzinho todos os dias, sempre o mesmo ritual.
    Entao fica a dica pras maes de primeira viagem, pra mim deu muito certo, tenho um filho seguro e feliz, e sem maus habitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc foi muito sortuda amiga e pelo jeito agiu racionalmente e não por dó, fez o que considerava adequado e no momento de mudar foi firme! Maravilha!! Parabéns!!!!

      Excluir
    2. Esqueci apenas de comentar que ele nao durmia na nossa cama sem proteção, ele durmia em um moisés, daqueles tipo caminha e isso proporcionava a segurança pra ele nao rolar e nem deitarmos em cima dele. Pois tambem nao considero seguro a criança durmir solta na cama. Isso sim é perigoso.

      Excluir
  16. Oi Aline, obrigada pela dica mas vi essas duas ofertas lá no Bebê Boom porém achei caro a de R$ 139,90 são 100 fotos, mas não são tratadas, neste caso terei que desembolsar mais R$75,00 caso opte por tratá-las e ainda tenho que disponibilizar uma tomada 220W para realizar o ensaio e se for ao ar livre como vou fazer?? ou melhor não faz né rs...não entendi essa, mas mandei um e-mail pra eles me esclarecerem.

    A outra promoção é até interessante, são menos fotos porém todas já tratadas e inclui maquiagem e acessórios porém fica bem longe pra mim.

    Mas vou esperar e continuar as pesquisas uma hora aparece umas ofertas legais rs...

    Muito obrigada viu.

    Ah! o post super informativo e polêmico tb claro, até porque cada família é uma família né e age conforme acha melhor e se adapta á situação.

    Vou montar o quartinho do meu baby que é ao lado do meu, mas confesso que estou preocupada em deixá-lo só, nos primeiros meses ele ficará ao meu lado no carrinho ou mini berço e depois que eu estiver podendo me deslocar melhor, pretendo deixá-lo em seu quartinho, mas só saberei meesmo quando ele nascer rs...

    Beijão
    Edi
    Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrs, nem tinhame atentado aos detalhes! rs
      Vc vai ver que em algumas semanas vc já poderá se sentir segura em colocá-lo no quartinho dele!! Mas é isso, carrinho bercinho auxiliar ms na mesma cama....acredito que não há necessidade1 bju nessa pancinha!!!

      Excluir
  17. Oi flor!!! tenho dois blogs, mas não usando o que vc tá seguindo, na verdade o que uso é o http://casamentodedoisdoidinhos.blogspot.com/, quando tiver tempo vai lá me seguir... Adorei o post é super essclarecedor... meu bebê já está com três meses e ainda dorme no mesmo quarto que o marido e eu, colocamos o berço dele nos pés da nossa cama, já sinto necessidade de mudá-lo para o quartinho dele, pois as vezes sentimo-nos sem privacidade, mas confesso que ainda não tivemos coragem, pois nosso bebê é muito quietinhoe quase não chora... contudo não pretendemos deixá-lo no nosso quarto depois do sexto mês...
    xerinho e aguardo visita no blog em utilização...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FAz o teste! talvez vc perceba que 6 meses é muito tempo..rs
      bju e obrigada pelo toque!

      Excluir
  18. Muito bom assunto a ser tratado, minha Clarinha vai dividir o quarto com os papais dela. Mas graças a Deus o quarto é BEM grande e preferi deixar o berço dela bem longe da minha cama.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Amiga, concordo em gênero, número e grau ... A Manuzinha vai dormir no quartinho dela desde que ela nascer. Vou comprar uma babá eletrônica e sei que no início vou levantar toda hora para olhá-la, mas depois vou acabar me acostumando e ficar mais tranquila.

    Bjs
    Neili

    ResponderExcluir
  20. Olá querida!
    muito obrigada pelas dicas!
    Realmente estou em um dilema com esse assunto... sou pedagoga
    também e sei que cama compartilhada não faz bem pra criança...
    e desde que o Cauã começou a dormir na cama uso aqueles argumentos... o quarto dele é longe, tenho medo dele engasgar, etc... Tomei a decisão de colocá-lo no berço, mas está bem dificil... ele dorme, coloco no berço ele acorda... insisto pra ver se venço ele pela canseira, mas não tenho conseguido... você tem alguma dica pra que ele acostume com o berço???
    No próximo filho farei diferente... assim que chegar do hospital vai direto pro berço!!! rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Persistência amiga!!!!!!!!!!!!!!!!!
      Tenta um pouco todos os dias que uma hora vc consegue!!!!
      bju

      Excluir

JÁ GASTOU UM TEMPINHO LENDO. NÃO CUSTA NADA DAR UMA COMENTADINHA NÉ!!!!