10 de março de 2013

8

Importa que ele cresça e eu DIMINUA!!

Hoje, ao selecionar a foto do meu positivo para postar numa comunidade do face, bateu um aperto no peito, uma afliçãozinha misturada com ternura, sei lá...

Tenho tanta saudade de quando tudo estava apenas nos meus planos, de quando a maternidade era tão linda e colorida e estava apenas no mundo das minhas ideias ...Aquela expectativa de engravidar, os sonhos acordada, da barriga crescendo, de uma criança em casa, do dia do parto.
Com o positivo em mãos, pude sentir essa expectativa tão mais viva e real dentro de mim, agora, era idealizar e realizar, uma questão de tempo.
Demorou para a barriga de grávida aparecer, pois as gordurinhas enganavam rs, mas mesmo assim, desde o primeiro dia que soube, já comecei a usar roupinhas mais soltinhas e por a mão nas costas rsrs, me senti plenamente grávida desde o início!
Ah, mas quando se torna realmente visível a pança, sua vida parece um conto de fadas (pelo menos EU me senti assim). Me sentia uma princesa, uma RAINHA, a pessoa mais especial do mundo, a mais amada, mais querida, mais mais...rs
Como tenho saudade desse tempo, nossa, como eu queira um controle remoto da vida e poder "rebobinar" esses acontecimentos!!!!!!!!!!
O chá de fralda, estressante, mas muito bommmmmmmmmm, meus queridos ali, reunidos, celebrando a vida que crescia dentro de mim, não teria valor material para pagar tal satisfação...
Ah, meu coração arde de saudd!
Sim, havia temores, temores de qualquer grávida, medo do novo, medo do parto, da vida de mãe...mas eram tão pequenos diante de tanta felicidade.

Todo essa fantasia sublime se desfez com o dia do parto, a partir dali eu entendi que ser mãe não tem nada a ver com ser constantemente feliz, experimentei dores inéditas que daria tudo para não senti-la mais. Ainda hj as sinto, me lembrando da pequenez e fragilidade do ser humano, do quanto somos limitadas e sujeitas as agruras desse mundo. Quando me vem a dor, me lembro do quão perfeito é Deus que se mostra real e vivo não apenas quando a vida está perfeita, mas principalmente quando a gente se sente um nada. Quanto mais eu diminuo, Deus cresce em sua magnitude e isso me traz alegria, por poder conhecer um pouquinho mais do criador da minha alma.
Tá , eu sei, talvez, muitas não compreendam o que eu estou falando, mas tudo bem, se ao menos uma entender, já estou feliz por isso.
Para cada pessoa Deus tem uma maneira diferente de se revela, pra mim foi em meio a frustração da maternidade. Oro para que você o queira conhecer bem antes de ser necessário qualquer tipo de dor ou frustração. Mas qualquer que seja a maneira de conhecê-lo, será a experiência mais maravilhosa da sua vida, pois entenderá que o que passamos nessa terra, nem se compara ao que nos está preparado . E eu quero sempre aguardar ansiosamente pelo que há de vir DA PARTE DE DEUS  e não do mundo que é tão falível e decepcionante!!!!

Bju pra todas

ps: Estou trabalhando 8 horas por dia, meu not se afogou e pifou, meu pc morreu , comprei um tablet pra usar a internet 3G e descobri que não presta! rs resumindo, fiquei muito tempo sem net, me desentoxiquei, não sinto mais vontade de postar nem de facebookar , rsrs, mas sempre que tiver algo a dizer virei aqui pra matar a saudd! 

fotosssssss










8 comentários:

  1. Como o tempo passou ...

    Quantas emoções vividas né ???

    Lembro de todas essas fotos postadas

    :)

    Bjos
    Fabi

    ResponderExcluir
  2. aiii que saudades da pancinha hehehehehe

    bjusssss

    ResponderExcluir
  3. Ai Aline, entendi e compreendi perfeitamente teu post!
    Na verdade, parecia que eu o estva escrevendo, vc conseguiu traduzi o que eu penso, pensava, enfim.
    Amei!
    É bem isso, nós perdemos o controle das coisas, quando tudo era planos e a gestação, tínhamos o controle das coisas, a liberdade de decisão. Hoje nossos pequenos nos amarraram num amor tão grande que a gente não consegue mais decidir por nada!

    Bjão em vcs, ótima semana!!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    está rolando um sorteio de um layout personalizado no meu blog, venha participar.

    http://www.blognossahistoria.com/2013/03/2-sorteio-do-blog-nossa-historia.html

    Beijos e boa sorte :D

    ResponderExcluir
  5. aiiii que coisa mais gostosa como é bom releembrar bons momentos né?!

    ResponderExcluir
  6. Aline, amei, amei, amei!

    Sei bem como é aparte de se sentir especial depois que a pança aparece, a minha demorou horroooooooores!

    Sobre seu comentário lá no blog... Na época do ocorrido eu estava afastada da igreja, voltei tem uns meses, mas nunca me afastei de Deus.

    Se você fosse do Rio, faria uma visita na igreja que você congrega.

    ResponderExcluir
  7. Ah ... compreendi e choreeei.

    Porque sei como Deus é grandioso e sublime ... nessas horas em que a gente quer e precisa fazer algo por alguém que a gente ama mais que qq outra coisa...mas somos tão pequenos, tão humanos ... tão falhos.

    Maior mesmo é Deus que pode todas as coisas.
    Vc me inspirou Amiga.... me trouxe lembranças do tempo de UTI que passei com meus pequenos.

    Que Deus te abençoe ricamente!
    Bjo no Samuca :)

    ResponderExcluir

JÁ GASTOU UM TEMPINHO LENDO. NÃO CUSTA NADA DAR UMA COMENTADINHA NÉ!!!!